Análise Climática

Vórtice polar – Tempo instável a caminho a partir de Março de 2024!

- Publicidade - Continue a ler de seguida -

O vórtice polar está muito instável neste Inverno, algo que já tinha ocorrido no ano passado, mas este ano de forma muito mais significativa – e isso pode levar a tempo mais imprevisível e instável e com mudanças repentinas – explicamos tudo neste artigo

Já tivemos a ocorrência de vários episódios de aquecimento súbito da estratosfera – SSW – mas até agora os reflexos na troposfera têm sido limitados para a Europa – estando a ser um Inverno extremamente quente

Para quem tiver mais interesse e desejar ler sobre o que é, e como o vórtice polar influencia o estado do tempo pode ler no nosso site Vórtice polar – O que é e quais os possíveis efeitos da sua “quebra” | Luso Meteo

- Publicidade - Continue a ler de seguida -

Segundo os modelos fiáveis que temos disponíveis o novo aquecimento da estratosfera, já em curso, deverá levar a uma reversão mais consistente dos ventos em altitude – e a propagação para a troposfera (a camada da atmosfera onde circulam os elementos meteorológicos que nos influenciam) poderá ocorrer

Para já temos como efeito MUITO PROVÁVEL o arrefecimento nos Açores, que tem tido um Inverno quente, e de repente passará a um tempo bastante frio, e possível NEVE. Ao mesmo tempo que isto ocorre, em Portugal Continental o tempo passará a ficar mais quente – esta previsão é válida entre os dias 4 a 7 de Março – como é visível na carta do modelo ECMWF

Vórtice Polar "nos Açores" Previsão ECMWF


O QUE ESPERAR COM ESTA ALTERAÇÃO DO VÓRTICE POLAR?

Não é fácil de prever, conforme já referimos diversas vezes. O vórtice polar é apenas uma pequena parte da equação, e há muitos outros fatores que influenciam o estado do tempo

No entanto, ocorrendo uma reversão dos ventos em altitude, há uma forte tendência para haver maior instabilidade na corrente de jato, que passará a ter maiores ondulações e locais onde inverte a sua circulação, que normalmente é de Oeste para Leste, passando a ser de Leste para Oeste

Estamos no entanto já a entrar em Março, e por essa razão, os efeitos poderão ser diferentes do que seria de esperar se isto tivesse ocorrido em Janeiro, por exemplo

- Publicidade - Continue a ler de seguida -

Em Março já há muito maior aquecimento radiativo, e este ano está particularmente difícil de prever, pois estamos em território desconhecido a nível de temperatura dos oceanos – o que significa que as previsões meteorológicas se tornam significativamente menos fiáveis

Assim esperamos um início de Março algo instável em Portugal Continental, ora chove, ora faz sol, ora está fresco, ora está calor – isto até dias 7\8

Por essa altura está “tudo em cima da mesa” no entanto os cenários mais privilegiados são de um anticiclone em migração para Norte, permitindo a entrada de massas de ar relativamente frio, instável, e algumas depressões, isto no período 7 a 14 de Março

Com isso poderá haver um ou outro dia com chuva, neve, e com vento forte – para já completamente impossível dizer em que dias, apenas podemos referir essa possibilidade

A partir daí no entanto a recuperação do vórtice polar, que poderá ocorrer, em conjunto com outros fatores, pode levar a algo diferente, e interessante, no fundo a entrada na Primavera propriamente dita, como iremos explicar já de seguida – depois da imagem que nos mostra a reversão dos ventos e vórtice polar deslocado no dia 7 de Março de 2024 (podemos ver o vento em reversão em altitude no canto superior esquerdo da imagem)

SSW - Aquecimento Súbito da Estratosfera

- Publicidade - Continue a ler de seguida -

DEVEMOS ASSIM CONTAR COM MUITA CHUVA?

Não necessariamente. No entanto as chances de continuação de tempo instável e algo chuvoso, por vezes, aumentam drasticamente com esta alteração

Infelizmente a Sul, para já, não estamos a contar com muita precipitação, de todo. O sinal é para entrada num padrão NAO- no início de Março, e isso é sempre bom, e pode resultar em algum episódio de rio atmosférico, que poderá trazer mais chuva na segunda semana de Março, eventualmente, mas tudo isto está dependente do “timing” e da forma como todos os fatores se conjugam, mas normalmente não beneficia a região Sul

O mais favorável para a região Sul parece ser mesmo depois, já mais perto da Primavera “astronómica” ou seja nos últimos 10 dias de Março, com possibilidade de surgimento de trovoadas – reforço a palavra possibilidade – nada concreto ainda

O modelo ECMWF está confiante numa segunda semana de Fevereiro instável e chuvosa tanto no Continente como nas Ilhas – mas esta previsão é mais suportada pela previsão longo prazo que propriamente pela previsão operacional e ensembles a médio prazo – pelo que para já há muita reserva nesta previsão

Vórtice polar - Tempo instável a caminho a partir de Março de 2024!


MJO E OUTRAS CONEXÕES – TROVOADAS DE PRIMAVERA MAIS CEDO ESTE ANO

A MJO, progressão de leste para Oeste de zonas de convecção mais intensa, está neste momento nas fases 2-3, o que sugere que dentro de, aproximadamente 15 dias, por estatística, poderíamos ter um NAO+ (reforço de anticiclone na região dos Açores), que vai totalmente contra as previsões

Por essa razão a incerteza na previsão é elevada

No entanto com os mares muito quentes, um vórtice polar instável, a MJO nesta fase neste momento, o “timing” parece exato para que por volta de 15 a 20 de Março surjam as primeiras trovoadas de Primavera, com o anticiclone a surgir\regressar na região dos Açores, ao mesmo tempo que há bolsas de ar frio “prontas” para serem absorvidas, e gerarem instabilidade

Isto é uma análise muito superficial, e admitidamente empírica, no entanto por vezes é melhor irmos por aquilo que sabemos do comportamento natural da atmosfera do que propriamente nos dizem os modelos de previsão meteorológica

Iremos continuar a acompanhar para ver se surgem indicações nesse sentido

- Publicidade - Continue a ler de seguida -

As depressões deste estilo (cut-off) poderiam ser a chave para ajudar a região Sul a recuperar um pouco da seca, pois as depressões de Norte ou Noroeste não trazem chuva significativa à região, pelo que seria bom que se concretizasse

No dia 29 de Fevereiro, na secção de previsões a longo prazo, iremos publicar a previsão mensal de Março de 2024 – e nestes 3 dias que faltam até lá pode haver ajustes a serem feitos, pelo que sugerimos que leia para uma informação mais fiável!

Para já mostramos a imagem “do momento” – os oceanos estão mais quentes que nunca nesta altura do ano!

Oceano Atlântico muito mais quente do que a média


 EL NIÑO\LA NIÑA E ÉPOCA DE FURACÕES EXTREMAMENTE ATIVA?

Para já é apenas um resumo daquilo que sabemos, no entanto, sim, há forte probabilidade de vermos uma época de furacões anormalmente ativa

Os modelos simulam condições excecionais, com temperaturas oceânicas elevadas, pouco shear (devido a La Niña a partir do Verão) e com condições que favorecem impactos nas Caraíbas, Golfo do México e leste dos Estados Unidos da América – em particular

De facto se as previsões se concretizarem vamos ouvir falar muito de furacões este ano – com algum risco particularmente para os Açores

No entanto as previsões multi-modelo mostram-nos que, contrariamente ao que tem ocorrido nos últimos anos, podemos ter maior desenvolvimento na MDR (Área de desenvolvimento tropical) principal, com menor chance de curvas para águas abertas ou para perto de águas nacionais, isto no período de maior atividade (Julho-Outubro)

Infelizmente de Outubro em diante o enfraquecimento do anticiclone traz-nos sempre maior risco de algum ciclone se aproximar, como aconteceu há 6 anos, com o furacão Leslieque volta este ano a ser um dos nomes na lista rotativa – que é a mesma de 6 em 6 anos, sendo retirados os nomes de furacões de alto impacto – Leslie foi decidido que não seria retirado, uma vez que apesar dos muitos danos em Portugal, não causou registo de mortes

Vórtice polar - Tempo instável a caminho a partir de Março de 2024!

- Publicidade - Continue a ler de seguida -

RESUMO

  • Período de 1 a 7 de Março variável – inicialmente instável e fresco, tornando-se mais quente no final deste período (Portugal Continental)
  • Por outro lado nos Açores MAIS FRIO e pode mesmo nevar de 3\4 de Março em diante!
  • Na Madeira o tempo pode ficar igualmente mais frio no final deste período (6\7 de Março)
  • Segunda semana de Março com previsão incerta – no entanto sinal dos melhores modelos para chuva e Inverno – potencialmente com algum dia rigoroso!
  • A partir de dias 15-20 de Março alguns sinais apontam para que as habituais trovoadas de Primavera possam surgir, o que seria excelente, para repor a água que tanto é necessário a Sul – só com trovoadas a região Sul poderá agora receber chuva a sério
  • Poderá haver ainda mais alguns episódios de neve no final do Inverno\início da Primavera

Podemos ver a previsão de precipitação acumulada previsto pelo modelo ECMWF (ensemble) até final de Março – bom, a concretizar-se, para o Sul mas é MUITO INCERTO! Risco de cheias a Norte e Centro seria uma probabilidade também

Vórtice polar - Tempo instável a caminho a partir de Março de 2024!


NOTAS FINAIS E FONTES USADAS PARA A INFORMAÇÃO

ATUALIZAÇÕES: Para mais atualizações e outras previsões\informações siga a página Luso Meteo – Meteorologia e Clima no Facebook AQUI

Pode também seguir no Twitter\X AQUI e na Google Notícias AQUI

Para nos ajudar pode partilhar para que cheguemos a mais pessoas

Se desejar ajudar com donativos para o projeto, para suportar custos de website\manutenção e serviços de subscrição para vos trazer o melhor conteúdo pode fazê-lo, ficamos muito agradecidos!

Pode fazer através de MBWay para 918260961

Ou IBAN para PT50 0007 0000 0029 3216 7422 3

Pode ainda contactar por WhatsApp para 918 260 961 ou email  se pretender um patrocínio\publicidade na nossa página\site e para orçamento para previsões personalizadas e detalhadas!

Muito obrigado pela sua confiança e preferência!


Fontes usadas para esta informação meteorológica

Meteologix

Meteociel

wxcharts

ECMWF

- Publicidade - Continue a ler de seguida -

ClimateReanalyzer

TropicalTidbits

Especial agradecimento à WebDig, o nosso serviço de alojamento do website – altamente recomendado, com uma fiabilidade e apoio incríveis!

Luso Meteo

A Luso Meteo é um serviço de informação e previsão meteorológica, focado essencialmente em Portugal, mas também com um olhar atento ao mundo, ao clima, e a tudo o que se vai passando, para lhe trazer todas as informações, sempre atualizadas e relevantes, para que possa planear os seus dias e as suas atividades.

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo