Próximos dias: Calor intenso no Interior, mais quentinho no litoral, mas sem exageros

Próximos dias: Calor intenso no Interior, mais quentinho no litoral, mas sem exageros

Tem havido muita inconsistência entre modelos, entre cada saída de cada modelo, e nos seus respetivos ensembles

Fazer uma previsão a mais de 3 dias neste momento é muito difícil e sujeito a erro

Ainda assim é possível dizer que já a partir deste dia 18 e até dia 24 as temperaturas serão acima da média no Interior, com valores que devem atingir os 40 graus em alguns pontos, até mesmo 41\42 graus pontualmente no Alentejo e nos pontos mais quentes do Vale do Tejo

Modele GFS - Carte prévisions

Modele GFS - Carte prévisions


No litoral o tempo vai estar muito mais fresco, mas ainda assim, espera-se que as temperaturas subam, no entanto nebulosidade matinal persiste, exceção de dias 18 e 19, em princípio

As temperaturas serão agradáveis, mas com a nebulosidade matinal frescas

Apesar de alguma nortada e nuvens as temperaturas serão agradáveis pois teremos presença de ar quente (20º, pelo menos, a 850hPA)

Assim de tarde prevêem-se condições de praia razoáveis


A partir de dia 23\24 a incerteza é demasiada para qualquer previsão, pelo que sugiro que vão seguindo as previsões…


AÇORES

Nos Açores espera-se influência de massas de ar quente, com temperaturas a 850hPA até 18º, pelo que as temperaturas nas ilhas podem chegar perto dos 30 graus alguns dias, até ao fim do m~es, com tempo maioritariamente estável, embora por vezes possa haver um ou outro período de tempo mais instável, mas nada de especial


MADEIRA

Tempo ameno\quente esperado, com predominância fluxo de Norte


EUROPA

Calor extremo regressa a partes da Europa, incluindo Espanha, França, Alemanha, talvez Reino Unido

Temperaturas a superar 40 graus nos países referidos, exceto Reino Unido, onde podem chegar no entanto a incríveis 35 graus

Em outros países como Suiça, Luxemburgo etc, o calor também deve chegar

Nuvens, nortada e tempo fresco no Verão… Normal ou não?!

Este ano, novamente, está a ser muito falado que “não temos Verão” e que “está sempre nublado”

Mas afinal, é normal, ou não?

Claro que é!

Se mora no Oeste, deve saber perfeitamente que os Verões no litoral sempre foram marcados por nebulosidade, particularmente em Junho

Aliás, olhemos para o mapa de pressão média em Junho (Média climatológica)

Vemos um anticiclone a sul dos Açores, bem a Oeste, esticando em crista, no entanto a posição a Oeste faz com que o normal seja as correntes de Norte mais persistentes que propriamente de leste…

Ora este fluxo de Norte normalmente traz humidade, e por isso, particularmente durante as manhãs nevoeiros no litoral são extremamente comuns

Assim como as nortadas durante a tarde (Explicação AQUI)

As médias de temperatura máxima para este mês no litoral são inferiores a 23 graus, por isso ter essa temperatura em Junho não é falta de Verão, mas sim a normalidade

Olhemos depois para o mapa de média de pressão em Julho (Média climatológica)

Aqui já vemos um anticiclone mais imponente, centrado perto dos Açores, no entanto vemos que a isóbara de 1020mb continua a oeste (Em média) da Península Ibérica

Em Julho tipicamente temos dias de lestada alternando com nortada, e é ainda comum ocorrerem nevoeiros matinais no litoral

As médias de temperatura no litoral em Julho são de cerca de 23 graus no litoral Norte e 25\26 no restante litoral, uma vez mais, temperaturas que não são tão elevadas assim

Julho já tem, por vezes, bons dias de praia, mas é muito inconstante de ano para ano

O que nos leva ao último mês de Verão, agosto… Olhemos para o mesmo mapa de pressão, para este mês

Em média, em Agosto o anticiclone encontra-se  centrado nos Açores, mas estica a “crista” em direção às Ilhas Britânicas, levando a que haja uma menor prevalência de fluxo Norte

Não quer dizer que não ocorra, porque ocorre, mas menos dias, em média

Por isso, em média, Agosto é o melhor mês para os amantes de praia, no Oeste

Ainda assim as temperaturas em média não são superiores a 25\27 graus


No Interior a história é outra, porque nos últimos anos, esteja o anticiclone onde estiver, são raros os dias abaixo de 30 graus

No Algarve também “bom tempo para praia” geralmente, pois o fluxo Norte acaba por aquecer o Algarve, em presença de massas de ar quente

A temperatura da água também é, em média, mais elevada a partir de Agosto

Este ano 2019 temos tido anomalias gigantes noutros países, mas em Portugal, felizmente, para já, tudo dentro da normalidade, tendo Maio sido mais quente que o normal, Junho fresco equilibrando a “balança”, com Julho a ficar na média, portanto tudo normal por cá

Infelizmente em latitudes elevadas, no Ártico o calor tem sido constante, assim como em alguns países da Europa Central, incluindo recordes

Também como previsto o fenómeno El Niño está a suprimir a atividade Atlântica, não propriamente porque a água esteja mais fria, mas porque tem havido muito “Wind Shear”

Esse Wind Shear tem impedido formação tropical, apesar de estar a haver convecção intensa a sair de África (Ondas tropicais)

O furacão Barry é um exemplo do que o Wind Shear pode fazer (Esse furacão simplesmente nunca se organizou devido ao shear no flanco Norte, e atingiu os EUA como furacão de fraca intensidade)


Em conclusão, o que temos tido é normal, e normal será também se a partir de Setembro começarem a surgir chuvas

Assim esperemos, mas sabemos que nos últimos anos os Verões se têm prolongado por Setembro, Outubro….